Nos sacrificamos todos os dias para aperfeiçoarmos técnicas e melhorarmos nossos tempos durante cada treino, mas no final é a nossa mente que nos limita a ir além. A dúvida é: como quebrar essa barreira?

Sabe aquele momento do treino onde cada tendão, fibra muscular e terminação nervosa estão gritando pelo final daquele WOD, mas ainda existem quilômetros para correr, pesos para levantar e squats para terminar? Essa é a hora onde a sua força de vontade e sua força mental irão te levar além. Esse é o momento em que seu treino realmente conta.

Separamos 3 dicas simples que te ajudarão a superar os momentos sombrios de um WOD.

 

1) Crie um Padrão

Antes de começar o seu treino, escolha uma letra de música simples ou alguma frase motivacional que o inspira. Repita na sua cabeça enquanto executa o movimento que usará no treino. Alguns exemplos dessa técnica incluem correr no mesmo tempo que a batida de uma música, ou, por exemplo, fazer Box Jumps a cada terceira contagem (1, 2, 3, pula!). O objetivo é enganar o seu corpo a ponto que ele crie um ritmo, um ciclo que ajudará a criar um padrão na sua pratica do movimento e te colocará no controle da execução. 

Quando estamos sob estresse, como em um treino de CrossFit, as nossas mentes estão em um estado altamente "programável", em outras palavras, o que dizemos a nós mesmos vai direto para o seu subconsciente, ignorando a lógica e a razão. Além disso, nosso subconsciente é o lugar onde os nossos hábitos são armazenados, e não apenas os nossos hábitos físicos, como a capacidade de executar vários Power Cleans Touch N’ Go, mas os nossos hábitos de pensamento também. Pensamentos repetidos tornam-se crenças, e o que você acredita se torna realidade.

 

2) Planeje suas Reps

Essa dica parece óbvia, mas ela não se resume a apenas entender em como você quebrará as repetições do movimento. O segredo para “enganar” a sua mente é sempre dividir o número de reps de uma maneira que elas sejam executadas em uma escada decrescente. 

Por exemplo, se você está fazendo um WOD 21-15-9 e não consegue executar os movimentos unbroken, quebre na forma de escada decrescente (8 + 7 + 6 [21] - 8 + 7 [15] - 5 + 4 [9]). 

Essa estratégia fará com que sua cabeça entenda que na próxima série de repetições você fará um número menor do que no set anterior e estará ainda mais perto do final.

 

3) Crie Micro-Objetivos

Um grande projeto não é uma coisa real, é apenas uma série de etapas uma após a outra. Um WOD é a mesma coisa, apenas um pequeno passo após o outro até que tudo seja feito. Se uma maratona começa com um único passo seguido de outro, uma jornada de 150 Wall Balls começa com um único agachamento.

A ideia é simples: quebrar uma tarefa difícil ou impossível em pedaços cada vez menores até que a tarefa seja factível. Para usar o nosso exemplo de 150 Wall Balls, se você estiver executando a repetição nº 48, se preocupar com a repetição nº 123 não te faz absolutamente nenhum bem.

Remar 200m, 10 vezes consecutivas, parece muito menos que o remar 2000m de uma só vez. O resultado final é o mesmo, mas executar em porções menores dá a sua mente uma série de micro-objetivos para alcançar. Focar em um grande número ao invés de vários pequenos pode parecer mais desgastante e interminável do que o exercício realmente é. Esse é um truque psicológico que permite que seu cérebro veja cada tarefa de uma nova maneira.